A página da AFE na Europa

A página da AFE na Europa
(Poemafeano.wordpress.com)

A meia casa e a meio gás

Ferroviária 0X0 Palmeiras
(Poema AFE 627)

Que a meia casa em tarde festejada,
Recebe a AFE do país vigente
O campeão, e assim tão pouca gente
Espera ver bem lida disputada;

Mas é morna a ação e quase nada
Inspira emoção que é pouco assente,
De um pontapé do Uchoa tão somente
Movida com voz forte e inflamada:

Diz tudo o zero a zero, resultado
Que nos tira do grupo a liderança,
Mas do time ressalta a qualidade,

Pois teve o desafio controlado,
Inda a faltar-lhe um bom ponta de lança
Por findar bem as tramas de verdade.

Antonio Carneiro (Bélier)
V.N.Gaia – Portugal
18/02/2019

Standard

A página da AFE na Europa

A página da AFE na Europa
(Poemafeano.wordpress.com)

Teimosia e incompetência

São Bento 0X0 Ferroviária
(Poema AFE 626)

De perdulária ação, incoerência
Ante um rival demais desesperado,
Não soube a AFE impor bom resultado,
Deixando mais dois pontos na sequência:

Jorge Eduardo, a prêmio de “excelência”
Por dois golos bem fáceis ter gorado
O treinador sustenta no gramado
Até ao fim, teimosa incompetência

E assim outra vitória é posta fora
Tão fácil, que não falte no final
Quando as contas contarem sem demora.

Pontos amealhar é, sim, fulcral:
Há que fazê-lo, nunca como agora
Desperdiçá-los tantos, tal e qual.

ET: O treinador pode ter lá as suas razões, que respeitamos; todavia não dá para entender a presença deste Jorge Eduardo na equipe titular em detrimento do Leo Artur, conquanto saibamos que as funções táticas são diferentes. Mas para isso lá está ele para conjurar tais desavenças posicionais. A nosso ver, salvo erro, o homem é do tipo que troca sempre o seis pelo meia dúzia.

Antonio Carneiro (Bélier)
V.N.Gaia – Portugal
09/02/2019

Standard

A página da AFE na Europa

A página da AFE na Europa
(Poemafeano.wordpress.com)

Falo cruel

Ferroviária 1X2 Redbull Brasil
(Poema AFE 625)

O Redbull (das latinhas) sustentado
Por rica empresa multinacional
À Fonte veio e a tempo inicial
Sobre a AFE ascendeu de acentuado;

Fez um golo, de Ítalo apontado,
Proveito mais logrou quão amplo tal
Quando a Maurinho impôs golpe fatal
Que o fez sair mais cedo do gramado.

Reage a AFE após o intervalo,
De penalty o careca com pincel
De classe empata o jogo, e audaz regalo,

Até que, última bola, e a gesto fel
Tadeu, de áureo passado, cede falo
Ao rival que o nos ferra, assaz cruel.

Entenda-se: O Redbull, que tem investimento muito superior à AFE, e decerto melhor e mais farto elenco, muito se beneficiou com a contusão do melhor atleta afeano, o Maurinho, vítima da violência imposta por alguns de seus experientes (e caros) atletas. Reagiu a Ferrinha, porém, e levava o jogo empatado até aos 92 minutos, quando o seu guarda redes, que tem sido esteio da defesa grená e muito nos tem salvo de derrotas certas, cometeu uma pífia escandalosa, entregando a bola a um atleta rival, que a mandou para as redes afeanas. Inacreditável!
Todavia, urge dar moral ao guardião, que ainda nos há de prover muitas alegrias. Tais coisas só acontecem a quem está a jogar, como é evidente. Bola para a frente, e vamos com fé a Sorocaba.

Antonio Carneiro (Bélier)
V.N.Gaia – Portugal
05/02/2019

Standard