EPOPÉIA MAIOR

via EPOPÉIA MAIOR

Anúncios
Standard

EPOPÉIA MAIOR

EPOPÉIA MAIOR
Vida e ensinamentos de Jesus – em metro

Os ensinamentos de Pela XLVIII

O Pai e seu Reino XX
(Segundo o L.U.: Doc. 170)

Sobre o pecado, disse mais Jesus,
Não ser de natureza maculosa
O produto, mas de uma mente a glosa
Do bem pela vontade que a seduz;

Que Deus nos perdoou e que aduz
De cada um ser dádiva airosa
O perdoar ao seu irmão sem prosa
Por receber favor de sua luz,

Eis que ao perdoar o semelhante
A própria alma entra sutilmente
Na realidade do perdão, mediante,

Tendo já os seus erros de ausente,
Que o próprio Pai perdoa doravante,
Este procedimento estar assente.

Antonio Carneiro (Bélier)
Rio de Janeiro – Brasil
19/02/2018

Standard

A página da AFE na Europa

A página da AFE na Europa
(Poemafeano.wordpress.com)

Castigo merecido

São Caetano 1X0 Ferroviária

Hoje no “Anacleto Campanella”,
Do São Caetano estádio conhecido,
Viu a Ferroviária por cumprido
Oitavo compeomisso na tabela;

Mas não cumpriu de fato, que foi dela
A pior exibição, de tal envido
Que ao fim sofreu castigo merecido
Por cobro de quão pífia foi aquela:

Desde a primeira parte, assaz bizarra
A cena foi de ver o “azulão”
Jogar ante “grenás” de nula garra,

Deixando o torcedor, decerto em vão
A imaginar: Depois de tanta parra,
De uvas o que se há de colher, então?

Entenda-se: Depois de tanta expectativa pela ascensão da equipe, de que foi impelido o adepto a conjecturar, então o que terá ocorrido, levando-o até a pensar que ela não se terá empenhado para ganhar o jogo; isto tudo a congruir com um adágio português que nos ensina: “Muita parra dá sinal de pouca uva”.

Antonio Carneiro (Bélier)
Rio de Janeiro – Brasil
17/02/2018

Standard

A página da AFE na Europa

A página da AFE na Europa
(Poemafeano.wordpress.com)

Vitória preciosa

Ferroviária 2X1 Santo André
(Poema AFE 595)

Cuidou-se de vencer a Ferroviária,
Dever de casa feito, alma prosa,
Por dois a um, vitória preciosa:
Três pontos mais na rota curta e vária

Deste torneio que injunção sumária
Impõe aos litigantes, rigorosa
Pena invulgar, ou cábula formosa
Que por vezes lhes tolhe a tez hilária.

O técnico Moacir abriu o ativo,
Usando a testa com inteligência
E após empate o Hygor combativo

E eficiente pôs-se em ascendência
Para vincar com tom definitivo
Este sucesso e sua pertinência.

Antonio Carneiro (Bélier)
Rio de Janeiro -Brasil
15/02/2018

Standard